Acesse nosso site para saber das mais recentes noticias e informações da região - www.tvriachogrande.net - Para anunciar (11) 9945-4728 - reinaldo@riachogrande.net

 
Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador

Bacalhau Napolitano

 

Ingredientes

1 kg de postas de bacalhau dessalgadas

2 latas de tomate tipo 'pelati', batido no liquidificador e peneirado

2 xícaras de cebola picada

3 dentes de alho picados

4 dentes de alho inteiros

3 colheres de chá de sal

1 xícara de chá de azeitonas roxas fatiadas

1 e 1/2 xícaras de chá de azeite extravirgem

1 colher de chá de pimenta-do-reino moída

6 grãos inteiros de pimenta-do-reino

1 e 1/2 colheres de sopa de folhas de orégano fresco picado

6 galhinhos inteiros de folhas orégano fresco

2 xícaras de chá de caldo de peixe

8 minitomates-pêra fatiados

 

Modo de preparo:

 

Em uma panela, refogue a cebola em 1/2 xícara de azeite, mexa por 3 minutos e acrescente o alho picado, mexendo novamente por mais 3 minutos

Junte o tomate pelati já batido e passado pela peneira, em seguida coloque o caldo de peixe, deixando ferver até engrossar. Acrescente a pimenta-do-reino moída, o sal, as azeitonas fatiadas e as folhas de orégano fresco picado, mexa bem. Reserve.

Em uma assadeira, coloque as postas de bacalhau e regue com o restante do azeite, junte os grãos de pimenta inteiros e os dentes de alho inteiros.

Leve para assar no forno, com temperatura de 150ºC, por 1 hora, até dourar.

Sirva o bacalhau com molho de tomate bem quente, acompanhado de polenta grelhada. Enfeite com raminhos de oréganos frescos e tomatinhos-pêra fatiados.

 




 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os direitos autorais ,textos, imagens , obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem à www.riachogrande.net ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual e de imagens.
Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a citação da fonte utilizada.
A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.