Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador
 

Sexta premiação do programa Nota 1.000 contempla mais 91 moradores de São Bernardo

 
Prefeito Orlando Morando fez a entrega de R$ 100 mil em prêmios, em evento realizado no Teatro Abílio de Almeida
 
 
Mais 91 moradores de São Bernardo, que solicitaram a Nota Fiscal de Serviços (NFS-e) entre julho e setembro deste ano, foram contemplados na noite desta sexta-feira (19/10) com prêmios do programa Nota 1.000, que visa promover a cidadania fiscal e combater a sonegação de impostos. Na sexta premiação do programa, realizada no Teatro Abílio de Almeida, no bairro Baeta Neves, foram R$ 100 mil sorteados, sendo um cheque de R$ 10 mil e outros 90 no valor de R$ 1 mil.
 
Aproximadamente 2.800 pessoas participaram do sorteio, após cadastrarem cupons gerados nos mais de 35 mil estabelecimentos alcançados pelo programa. Somados, os prêmio bimestrais totalizam R$ 600 mil por ano. Para participar, o cidadão deve se cadastrar no portal da Nota 1.000 (www.saobernardo.sp.gov.br/nota1000) e exigir a NFS-e toda vez em que for pagar por algum serviço prestado por empresas estabelecidas em São Bernardo, indicando o número do CPF. A cada R$ 100 acumulados em notas fiscais, o participante recebe um cupom para participar do sorteio. Os cupons são gerados de forma eletrônica e aleatória, vinculados ao CPF identificado na nota fiscal.
 
 
“O melhor fiscal para combater a sonegação de impostos é o consumidor, que, além de concorrer a prêmios, ajuda a Administração e incrementar sua receita. Se todos pedirem a nota de serviços, vamos aumentar a arrecadação municipal e investir na melhoria dos serviços públicos, sem necessidade de aumentar os tributos, como algumas cidades vizinhas vêm fazendo”, explicou o prefeito Orlando Morando.
 
De acordo com o secretário de Finanças, José Luiz Gavinelli, desde o lançamento do programa, há 14 meses, o Nota 1.000 já registrou a adesão de cerca de 8.000 pessoas. “Desde a primeira edição, houve um crescimento de 140% na geração de cupons. O cadastro é um procedimento simples e fácil, que leva apenas dois minutos. Apostamos muito neste programa, que é, com certeza, a melhor ferramenta de combate à sonegação fiscal”, completou.
 
Fiscalização – Desde junho deste ano, a Administração tem intensificado a fiscalização junto aos estabelecimentos prestadores de serviços, com intuito de alavancar a adesão ao programa Nota 1.000. O objetivo é averiguar o cumprimento da lei municipal que determina afixação do adesivo do Nota 1.000, além da geração dos cupons para participação dos sorteios.
 
 
Os estabelecimentos que ainda não se regularizaram devem retirar o adesivo do programa uma das unidades do Atende Bem (Alvarenga, Assunção, Riacho Grande, Rudge Ramos e Central), sem necessidade de agendamento, ou imprimir obtê-lo por meio do endereço eletrônico: www.saobernardo.sp.gov.br/nota1000. Basta imprimir a imagem colorida em papel A-4, que deverá ser posteriormente plastificado. Os estabelecimentos que não cumprirem às regras estão sujeitos a multa. Para emitir a nota, basta acessar o site nfse.isssbc.com.br.
 
Texto: Carla de Gragnani
Fotos: Ricardo Cassin/PMSBC
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Para anunciar Fixo: (11) 4101-9740 / - Email: reinaldo@riachogrande.net
(11) 9.9945-4728