Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador
 

Na celebração de 65 anos da Volks, prefeito Orlando Morando destaca nova política de incentivos da cidade

 
Discurso do chefe do Executivo na fábrica da Anchieta, para presidente e funcionários, aborda Lei de Incentivo Fiscal entre as ações
 
 
A instituição da inédita Lei de Incentivo Fiscal, em vigor em São Bernardo desde dezembro e que proporciona a empresa empregadora redução no imposto mediante abertura de novos postos de trabalho, foi o tema destacado pelo prefeito Orlando Morando durante o evento, desta sexta-feira (23/03), na fábrica da Volkswagen, unidade Anchieta, em que se celebraram os 65 anos da chegada da montadora alemã no Brasil.
 
 
O chefe do Executivo de São Bernardo prestigiou o ato que ocorreu nas dependências da planta industrial – a primeira construída fora da Alemanha. O presidente da e CEO da Volkswagen da América do Sul, América Central e Caribe, PabloDi Si, demais diretores da marca alemã, o secretário da Fazenda do Governo do Estado, Hélcio Toksehi, demais autoridades do município e de setores automobilístico e de trabalho, além de grande parte dos funcionários marcaram o ato de celebração.
 
Em seu discurso, o prefeito de São Bernardo destacou a importância da fábrica no território do município, enfatizando que a história da Volks com a cidade “se cruza”, detalhando que a história é rica e de “legado”. Contudo, apontou as novas políticas estabelecidas na cidade, como a proximidade com todo o setor produtivo e a Lei de Incentivo Fiscal.
 
“O poder público tem de caminhar em sintonia com a iniciativa privada. No Brasil, nos últimos anos, foi colocada apenas uma palavra: demissão. E agora, o que a palavra que nos move é contratação. Na Prefeitura, não ficamos inerte e descontentes com o cenário em que estávamos. Assim, trabalhamos pela aprovação da Lei de Incentivo, que a partir da abertura de 50 novos postos de trabalho, o empregador começa ganhar desconto no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano)”, pontuou Morando.
 
 
Depois de anos críticos, a Volks ratificou o R$ 7 bilhões no desenvolvimento e lançamento de 20 novos veículos até 2020: é a maior ofensiva de produtos da história da Volkswagen do Brasil. Desses 20 produtos, três já foram lançados: o Novo Polo e o Virtus, produzidos na fábrica Anchieta, em São Bernardo, e a Amarok V6, da Argentina. Hoje, a Volkswagen revelou o 4º produto da Nova Volkswagen: o Novo Tiguan, que chegará em abril, sendo o primeiro dos 5 SUVs que integram a ofensiva. Somente em São Bernardo, o aporte é de R$ 2,6 bilhões.
 
    
 
“Em São Bernardo não há mais lay off e a fábrica voltou a ter três turnos. É um caminho novo para mais perspectivas. Somos uma empresa que participa da evolução do País e acredita nele, com nosso passado icônico e nosso presente e visão de futuro voltados para a alta tecnologia e inovação”, afirmou Pablo Di Si.
 
No evento, foi destacado a Volks como a maior fabricante e exportadora da história do setor automotivo nacional. Alcançou o marco de 23 milhões de veículos produzidos no País. Do total de veículos produzidos, mais de 3,7 milhões foram exportados para 147 países, desde 1970, quando os embarques tiveram início.
 
 
Em abril do ano passado, o prefeito Orlando Morando esteve na fábrica matriz em Wolfsburg, na Alemanha, para acompanhar o anúncio oficial dos novos investimentos em São Bernardo.
 
Texto: Leandro Baldini
Fotos: Gabriel Inamine/PMSBC
 
 
 

 




 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Para anunciar Fixo: (11) 4101-9740 / - Email: reinaldo@riachogrande.net
(11) 9.9945-4728