Polícia Rodoviária realiza operação CORPUS CHRISTI 2008

 

 
No período de 21 a 25 de maio de 2008, o Comando de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar do Estado de São Paulo, em conjunto outras unidades operacionais da Polícia Militar e com o DER, DERSA, ARTESP e Concessionárias de rodovias, órgãos da Secretaria de Estado dos Transportes, desencadeará a Operação Corpus Christi 2008, reforçando o policiamento e a fiscalização de trânsito nos 24.000 Km de rodovias estaduais para maior segurança aos usuários da malha rodoviária paulista.

EFETIVO
O Policiamento Rodoviário permanecerá em regime especial de trabalho durante o período, com redução de folgas, férias e emprego do efetivo administrativo em apoio, perfazendo aproximadamente 4.000 policiais que atuarão diuturnamente nas rodovias do Estado, com aumento de considerável na presença policial nos horários de maior volume de tráfego.

UNIDADES ENVOLVIDAS
Estarão empenhadas na Operação todas as unidades do Policiamento Rodoviário, ou seja, os 4 (quatro) Batalhões de Polícia Rodoviária, sediados respectivamente em São Bernardo do Campo, Bauru, Araraquara e Jundiaí, além do Comando sediado em São Paulo e de outras unidades da Polícia Militar, tais como as unidades de policiamento urbano, efetivos do Comando de Policiamento de Choque e o Grupamento de Rádio Patrulha Aérea.
As ações de fiscalização e monitoramento do trânsito serão levadas a efeito pelas equipes em terra, no ar e através de equipamentos eletrônicos.

EQUIPAMENTOS
Os policiais empregarão cerca de 1.000 (mil) viaturas de quatro e duas rodas, aeronaves, etilômetros para a fiscalização da alcoolemia, radares para a fiscalização de velocidade, binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, principalmente de motociclistas, além de efetuarem o monitoramento das rodovias por intermédio das câmeras dos CCO – Centros de Controle Operacional.

AÇÕES DIRECIONADAS
No decorrer da Operação as equipes desenvolverão ações direcionadas de fiscalização com enfoque especial ao uso de álcool pelos motoristas, aos motociclistas e à fluidez do tráfego.

MOTOCICLISTAS
As equipes do Policiamento Rodoviário intensificarão a fiscalização aos motociclistas que circularem pelas rodovias, sobretudo orientando com relação às novas regras para uso do capacete e do transporte de carga nesses veículos, além da verificação das condições gerais de segurança e das infrações dinâmicas (em movimento). Aos motociclistas as orientações são no sentido de que atentem para o cumprimento das novas normas em vigor e que não transitem entre as faixas de rolamento nas rodovias, mantendo distância segura dos demais veículos na via.


ÁLCOOL X TRÂNSITO:
A exemplo de outras operações especiais, e com o objetivo de reduzir o número de acidentes e de vítimas, os Policiais dispensarão atenção especial à fiscalização do consumo de bebidas alcoólicas (ou de substâncias de efeitos análogos). Essa fiscalização, para a qual houve treinamento específico com a participação da ABRAMET - Associação Brasileira de Medicina de Tráfego e da Secretaria de Estado da Saúde, será realizada tanto através da utilização de bafômetros quanto por meio da constatação técnica através do relatório de verificação previsto na legislação vigente.
A Polícia alerta que o motorista flagrado dirigindo sob a influência de álcool ou de qualquer substância entorpecente será penalizado com multa, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo das circunstâncias, com pena de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.


FLUIDEZ
A fluidez no trânsito será garantida por operações específicas em conjunto com o DER, DERSA e Concessionárias e a fiscalização enfocará as infrações dinâmicas, ou seja, aquelas cometidas em movimento, tais como a uso indevido do acostamento, a ultrapassagem em locais proibidos pela sinalização etc as quais além de gerar risco de acidentes prejudicam a fluidez do tráfego.

DIAS E HORÁRIOS DE MAIOR MOVIMENTO
Durante os feriados prolongados as rodovias registram um aumento médio de 30% no movimento, sendo que em algumas esse aumento pode ultrapassar 100%, sendo conveniente evitar, de forma geral, viajar nos seguintes dias e horários:
21/05 – Quarta-feira, das 14:00 h às 24:00 h
22/05 – Quinta-feira, das 07:00 h às 15:00 h;
25/05 – Domingo, das 12:00 h às 24:00 h;

ATENDIMENTO À IMPRENSA:
De forma a agilizar o atendimento aos órgãos de imprensa por parte do Policiamento Rodoviário, as solicitações de informações e entrevistas devem ser feitas com a maior antecedência possível através de registro de protocolo de atendimento pela Sala de Imprensa da Polícia Militar. Os pedidos podem ser formulados, preferencialmente, pelo e-mail imprensapm@polmil.sp.gov.br ou pelo telefone (11) 3327-7063.

RECOMENDAÇÕES:
A Polícia Rodoviária recomenda cuidados especiais aos motoristas, especialmente em razão do aumento da incidência de neblina nesta época do ano.
Para uma viagem tranqüila e segura os motoristas devem atentar especialmente para:
• o planejamento adequado da viagem, com a definição do itinerário, anotação de telefones de emergência, localização bases da Polícia e de pontos de apoio para eventuais paradas;
• a revisão das condições gerais do veículo antes de iniciar a viagem, com atenção especial aos equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e sinalização do veículo, combustível e documentação de porte obrigatório;
• o respeito à proibição da ingestão de bebidas alcoólicas ou de outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;
• a rigorosa observância das normas e da sinalização de trânsito, especialmente quanto aos limites de velocidade e ultrapassagens em locais proibidos;
• que não iniciem ou prossigam a viagem cansados ou com sono;
• a utilização dos faróis baixos acesos também durante o dia nas rodovias.
MANUTENÇÃO VEICULAR
1) Desgaste dos pneus
Pneus muito desgastados, ou com desgaste irregular, podem prejudicar aderência e afetar a estabilidade do carro. De acordo com o Código Nacional de Trânsito, as ranhuras do pneu devem no mínimo de 1,6 mm de profundidade.
2) Calibragem
Pneus calibrados corretamente, de acordo com o manual do proprietário, aumentam a estabilidade do veículo, reduzem o risco de corte na borracha e contribuem para a integridade da estrutura interna do pneu.
3) Alinhamento e balanceamento
O alinhamento e o balanceamento são importantes para minimizar os desgastes da suspensão do veículo, além de contribuir para a manutenção da dirigibilidade e do consumo de combustível. É imprescindível verificar alinhamento e balanceamento antes de uma viagem porque há muitos fatores que os desregulam, como passar por buracos nas ruas ou subir em guias de calçadas. Um carro desalinhado provoca desgaste irregular dos pneus.
4) Óleo do motor – nível e validade
O óleo serve para lubrificar o motor. Com o uso do carro, ele perde sua viscosidade e deixa de cumprir sua função.
Por isso, é vital que o óleo seja trocado nas datas recomendadas pelo fabricante. É importante ainda manter o óleo do motor no nível indicado, entre os dois traços da vareta.
5) Nível da água do radiador
Antes de pegar a estrada, é preciso verificar o nível da água do radiador, que serve para manter a temperatura do motor. Se o motor ¨esquentar¨ muito, ele pode se fundir – e você ficará a pé. Tome cuidado ao abrir a tampa do reservatório de água com o motor aquecido.
6) Fluido do freio
É o fluido de freio que impulsiona o sistema que faz o veículo brecar. Se a quantidade do fluido estiver baixa, ou o produto estiver com prazo de validade vencido, a eficácia do freio pode ficar comprometida. É recomendada a troca do fluído uma vez por ano. Vale também checar as pastilhas e discos para evitar problemas na estrada.
7) Lavadores dos vidros e palhetas
Palhetas ressecadas não limpam o vidro direito e ainda podem arranhá-lo. A troca pode ser feita em postos de gasolina. O reservatório deve ser reabastecido com água e se possível com uma solução de detergente.
8) Sistema elétrico
O nível de carga da bateria e o funcionamento dos faróis e desembaçadores são alguns dos pontos importantes a serem checados antes de cair na estrada.
9) Validade da documentação e seguro
O condutor do veículo precisa portar durante a viagem a Permissão para dirigir ou a Carteira Nacional de Habilitação, além da documentação do veículo (CRLV) Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo.
Se você tiver seguro do veículo, lembre-se de levar o telefone da seguradora.
10) Validade do extintor de incêndio
Certifique-se que o extintor de incêndio esteja dentro da validade. É importante também ter as instruções de uso para saber o que fazer na hora de uma emergência.
11) Triângulo, macaco, chave de roda e chave de fenda.
Antes de cair na estrada, confira se o carro está equipado com triângulo, macaco, chave de roda e chave de fenda.
Vale também levar na bagagem pequenas peças de reposição, como fusíveis, velas e lâmpadas.

Emergência: 190 / 193
Disque Denúncia: 181
Condições de Rodovias: (11) 3327-2727 ou www.polmil.sp.gov.br/unidades/cprv

Comando de Policiamento Rodoviário
Setor de Comunicação Social - (11) 3327-2631 / 3327-2699 cprvp5@polmil.sp.gov.br

Primeiro Batalhão de Polícia Rodoviária 1bprvp5@polmil.sp.gov.br

Setor de Comunicação Social - (11) 4351 2075/ 4351 4856


Quartel em São Paulo, 21 de abril de 2008.

 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os direitos autorais ,textos, imagens , obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem à www.riachogrande.net ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual e de imagens.
Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a citação da fonte utilizada.
A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.